0
Visualização
Acesso aberto Revisado por pares
Editorial

EDITORIAL

EDITORIAL

Paulo R. A. Gauch

Durante a realização do III Congresso Latino-Americano de Estimulação Cardíaca e Eletrofisiologia, acontecido em dezembro último em Punta Del Este, Uruguai, a Revista Brasileira de Marcapasso e Arritmia (Rebrampa) foi aclamada como publicação oficial da Sociedade Latino-Americana de Estimulação Cardíaca (Solaec). Desde que assumimos o cargo de Editor da Rebrampa, temos realizado a distribuição da revista para todos os inscritos na Solaec, de forma que, quando foi sugerida a sua instituição como publicação oficial da Sociedade, ela já era conhecida por todos os associados, o que facilitou o objetivo alcançado. Este é um fato da mais alta relevância na vida da Rebrampa, pois esta passará a contar com um Conselho Editorial internacional, expondo em suas páginas o sumo da atividade científica desenvolvida na América Latina na área de marcapassos e arritmia cardíaca.

Já no 21º Congresso Nacional de Cirurgia Cardíaca, ocorrido em Porto Alegre em março deste ano, foi realizada a eleição da nova Diretoria do Deca, onde recebemos um voto de estímulo para que continuássemos no cargo de Editor da Rebrampa. Nestes dois últimos anos em que ocupamos esta função, conseguimos muitos objetivos, tendo a destacar: a periodicidade cumprida, a mudança do visual gráfico, o recadastramento dos associados em nível nacional, o cadastramento da América Latina, o aumento da tiragem, a criação de colunas permanentes, os dlreitos autorais adquiridos para os artigos publicados, devido à inscrição da Rebrampa no órgão competente, a manutenção da indexação no Index Medicus Latino-Americano e na Base de Dados L1LACS, entre outros. Com relação aos trabalhos publicados, temos a salientar a sua elevada qualidade científica, o que tem contribuído de forma decisiva para que a Rebrampa se firme como veículo de expressão, representativo da especialidade. O alicerce de todas estas conquistas foi a autonomia financeira da Revista, proporcionada pelos fabricantes de marca passo, que acreditaram em nossos anseios e projetos. Nosso propósito para os próximos 2 anos é continuar, com o trabalho, o entusiasmo e a dedicação, fazendo por merecer a confiança em nós depositada.

A nova diretoria do Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial (Deca) ficou assim constituída:

Presidente: Roberto T. Takeda
Vice-Presidente: Silas dos S. Galvão Filho
Secretário: Arnaldo Duarte Lourenço
Tesoureiro: Paulo de Tarso J. Medeiros
Conselho: Roberto Costa
Décio S. Kormann
José Carlos Pachón Mateos
Hélio Lima de Brito Júnior
Luís Daniel de F. Torres
Rebrampa: Paulo Roberto de A. Gauch


Em reunião realizada no mês de março de 1994, que contou com as presenças de representante do Ministério da Saúde (Dra. Maria Cecília M.M.A.Corrêa) , de empresas fornecedoras de marcapassos (Biomedics, Biotronik, Cardiobrás, Macchi/CPI, Sorin Biomédica e Telectronics Médica) e do Presidente do Deca (Dr. Roberto Costa), ficou acordada a criação do Registro Brasileiro de Marcapasso, banco de dados único para a especialidade, cujos formulários de coleta de dados serão desenvolvidos e produzidos pelo Deca e distribuídos pelos fornecedores de marcapassos cardíacos artificiais. Maiores detalhes sobre este fato são fornecidos pelo Dr. Roberto Costa nesta edição. À nova Diretoria do Deca caberá o papel de, entre outras realizações, implementar o Registro Brasileiro de Marcapasso, dando seguimento a esta importante conquista concretizada pela Diretoria anterior.



Paulo R. A. Gauch
Editor

© Todos os Direitos Reservados 2019 - Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular