5
Visualizações
Acesso aberto Revisado por pares
Artigo Original

Terapia de ressincronização com marcapassos biventriculares. Avaliação em 5 anos de seguimento

Resynchronization therapy with biventricular pacing. Evaluation in 5 years of follow-up

Terapia de resincronización con marcapasos biventriculares. Evaluación a los 5 años de seguimiento

Roberto Zayas Molina1; Osmim Castaneda Chirino2; Juan Valiente Mustelier3; Raimind Garcia Fernandez4; Jesus Castro Hevia5; Alfredo Vazquez Cruz6; Marcos Rodriguez Garcia7; Francisco Dorticos Balea8

RESUMO

A terapia de ressincronização (TRC) demonstrou sua utilidade em pacientes com insuficiência cardíaca (IC) congestiva.
OBJETIVOS: Determinar a resposta clínica, ecocardiográfica e a sobrevivência em pacientes com TRC, em 5 anos de seguimento.
MÉTODOS: Entre dezembro de 2002 e novembro de 2006, foram implantados marcapassos biventriculares em 47 pacientes com IC refratária, classes funcionais (CF) avançadas e assincronia mecânica ventricular; seguimento em 43 casos. Em 5 anos, foram avaliados: hospitalizações, teste de esforço (TE), CF, variáveis ecocardiográficas e sobrevivência.
RESULTADOS: Houve redução das hospitalizações, melhora da CF e do TC (p = 0,000). A fração de ejeção do ventrículo esquerdo aumentou de 23,4% ± 5,3 a 33,4% ± 9,2 nos sobreviventes e de 18,1% ± 4,3 a 28,2% ± 5 nos falecidos. O volume sistólico final do ventrículo esquerdo foi reduzido 24,3%. 9,3% foram não respondedores. Faleceram 16 pacientes (56,2 % de forma súbita e 43,7 % com CF IV prévia). As mulheres tiveram menor mortalidade (31,3% vs 40,7%). Sobrevivência em 5 anos: 62,7%.
CONCLUSÕES: A TRC teve resultados favoráveis. A MS foi a principal causa de morte. O sexo masculino, a FEVI prévia < 23% e a CF IV tiveram pior prognóstico.

Palavras-chave: Ressincronização; Marcapassos; Assincronia

ABSTRACT

Resynchronization therapy (RAT) has shown its usefulness in patients with congestive heart failure (HE) failure.
OBJECTIVES: To determine the clinical, echocardiographic response and survival in patients with RAT in 5 years of follow-up.
METHODS: Between December 2002 and November 2006, biventricular pacemakers were implanted in 47 patients with refractory heart failure, advanced functional class (FC) and mechanical ventricular asynchrony; follow-up in 43 cases. In five years, hospitalizations, stress test (ST), FC, echocardiographic variables and survival were assessed.
RESULTS: There was a reduction of hospitalizations, improvement in FC and CT (p = 0.000). The ejection fraction of left ventricle increased from 23.4 ± 5.3% to 33.4% ± 9.2 in survivors and 18.1% ± 4.3 to 28.2 ± 5% in the Deceased. The end-systolic volume of the left ventricle was reduced 24.3%. 9.3% were nonresponses. 16 patients died (56.2% of sudden death and 43.7% with previous FC IV). Women had lower mortality (31.3% vs. 40.7%). 5-year survival: 62.7%.
CONCLUSIONS: RAT had favorable results. The SD was the leading cause of death. The males, the previous EFVI < 23% and FC IV had a worse prognosis.

Keywords: Resynchronization; Pacemakers; Asynchrony


O CONTEÚDO DESTE ARTIGO NÃO ESTÁ DISPONÍVEL PARA ESTE IDIOMA.


© Todos os Direitos Reservados 2019 - Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular