RELAMPA
Indexada no Index Medicus Latino Americano e na
Base de Dados LILACS
SGP
 
   Português Inglês Inglês
Cancelar recebimento









Artigo Original Páginas 2 a 7

Morte súbita cardíaca: perfil epidemiológico na região metropolitana de Goiânia

Autores: Antonio da Silva Menezes Junior1; Alexandre Neves de Souza Faria2; Ricardo Alves Ribeiro de Faria3

PDF

Descritores: Morte Súbita Cardíaca; Epidemiologia; Fatores de Risco.

RESUMO:
INTRODUÇÃO: A morte súbita cardíaca é um evento de grande importância e repercussão na saúde pública e se configura como a manifestação mais letal de uma doença cardíaca. Este estudo teve como objetivo traçar as características da morte súbita cardíaca na região metropolitana de Goiânia (GO).
MÉTODO: O presente estudo analisou 2.681 relatórios completos de necropsia, dos quais 314 foram selecionados como morte súbita cardíaca. Foram coletados dados como sexo das vítimas, faixa etária, local e horário do óbito, presença de tabagismo, além das comorbidades hipertensão arterial sistêmica, diabetes melito, dislipidemia e histórico de doença de Chagas.
RESULTADOS: Dos 314 casos de morte súbita cardíaca, os mais acometidos foram homens, entre a sexta e a sétima décadas de vida. O local em que houve mais casos foi o domicílio, ocorrendo a maioria no período matutino. A hipertensão foi a comorbidade mais prevalente, com alta proporção (58,9%). Mais de 10% dos pacientes apresentavam histórico de doença de Chagas.
CONCLUSÃO: Percebe-se a importância de um maior entendimento da morte súbita cardíaca dentro da realidade da região metropolitana estudada. Entender o perfil epidemiológico local é um passo fundamental para que estratégias preventivas sejam implementadas pelas lideranças políticas.

R E L A M P A
Copyright 2018 DECA Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial da SBCCV GN1
RELAMPA